top of page
  • Foto do escritorDanae Bianco

5 cidadezinhas imperdíveis na Europa

Atualizado: 19 de mai.

Adoro conhecer pequenas cidades. Andar pelas ruelas de paralelepípedos, ver as pessoas comuns que ali vivem, idosos conversando e crianças correndo pelas ruas enquanto suas mães as observam de uma distância saudável.


Cidades pequenas sempre nos convidam a parar para uma boa refeição, tomar um café, provar um doce local, tomar um (ou vários) sorvete, sem falar naquela taça de vinho ao por-do-sol num café da pracinha central.


Nem que seja por um dia, uma tarde ou apenas algumas horas, inclua uma cidadezinha no seu roteiro e aproveite para reduzir o ritmo, parar, respirar, e curtir a vida simples.


Aqui vão algumas sugestões, testadas e aprovadas. Se der certo incluir alguma dessas cidadezinhas no seu roteiro pela Europa, garanto que não irá se arrepender.


👉🏻 Nesse post você vai encontrar essas 5 cidadezinhas imperdíveis na Europa:


Monemvasia, Peloponeso, Grécia
Monemvasia, Peloponeso - Grécia


1 - Monemvasia - Grécia


Monemvasia foi uma das - senão a - cidadezinha mais charmosa e agradável que visitamos no nosso roadtrip de 15 dias pela Grécia continental.


Localizada numa ilha no sul do Peloponeso, é uma linda cidade murada medieval, com ruelas de paralelepípedos e muitos cafés, restaurantes e lojinhas simpáticas.


Fundada em 583, a ilha-cidade é dominada por uma imponente fortaleza medieval, na chamada "cidade alta". Ao longo dos séculos, passou por dominação bizantina, árabe, normanda, veneziana, turca e otomana. Ou seja, durante séculos, foi um importante porto e fortaleza, disputado pelos diversos povos que abitavam a região, o que pode ser visto nas ruínas e vestígios encontrados tanto na cidade alta quanto na cidade baixa. A cidade-fortaleza era completamente auto-suficiente e seus habitantes podiam sobreviver por meses dentro das muralhas se estivessem sob ataque.



As contruções em Monemvasia são realmente encantadoras, mas hoje a maioria é direcionada ao turismo, seja como casa de aluguel, pousadas, lojas de souvenirs, cafés ou bares-restaurantes, com apenas um algumas casas utilizadas como residências por moradores locais durante todo o ano.


As muralhas que até hoje ainda cercam grande parte da região sul e leste da ilha são belíssimas e rendem lindas fotos.


Fomos para lá só para passar o dia, mas se eu tivesse pesquisado melhor antes, certamente teria programado para dormir ao menos uma noite na cidadezinha. Há diversos hotéis e pousadas charmosíssimos, dá uma olhada. Recomendo se hospedar na ilha, o Ardamis Guesthouse parece um sonho, assim como o Bastione Malvasia Hotel, dá uma conferida e se vc se hospedar lá me conta, pois está na minha lista de desejos.


Confira a disponibilidade e tarifas aqui:



Monemvasia fica a cerca de 4 horas de carro de Atenas (320km), e incluímos a cidade em nosso road-trip de 15 dias pelo Peloponeso. Se preferir, há tours saindo de Atenas que percorrem uma boa parte do trajeto que fizemos pelo Peloponeso, incluindo Monemvasia.



Ronda, Andalucia, Espanha
Ronda, Andalucia, Espanha - Vista do mirante da puente nova

2 - Ronda - Espanha


Ronda foi a primeira parada na nossa viagem de 10 dias pela Andalucia, no sul da Espanha, que incluiu também Granada, Córdoba e Sevilha.


Considerada uma das “cidades brancas” (pueblos blancos) da Andalucia, Ronda é uma das mais incríveis cidades da Espanha por sua localização geográfica. Fica às bordas dos penhascos do cânion do rio Guadalevín, que atravessa o centro da cidade.


A Puente Nueva, a ponte que atravessa o cânion, bem no centro da cidade (essa na foto acima) é impressionante e rende lindas fotos - apesar do nome, a ponte foi finalizada em 1793 e representou um feito arquitetônico impressionante na época. Há diversos mirantes na região, e um passeio legal é para caminhar pelas ruas que acompanham as bordas do cânion, com paradas estratégicas para fotos, cafés e sorvetes. Essa integração simbiótica entre cidade e cânion é incrível e só isso já seria o suficiente a justificar uma ida até lá.


A ponte antiga (na primeira foto abaixo) foi concluída em 1616 e permite apenas a passagem de pedestres.



Dá para caminhar por horas pelas ruelas, apreciando a paisagem, seja do cânion, seja do vale, a arquitetura, as inúmeras igrejas e edifícios histórias.


Ronda é um ótimo ponto para fugir das multidões de turistas que assolam o sul da Espanha a qualquer época do ano.


Ficamos hospedados em um Airbnb muito bom, na região central, mas se você prefere ficar em hotéis ou pousadas, não faltam opções, dá uma conferida aqui. A cidade é pequena e dá para se locomover facilmente a pé - estávamos com carro alugado mas não usamos nenhuma vez lá, fizemos realmente tudo a pé.


Aproveite e pesquise aqui as opções de hospedagem, há pousadas muito charmosas e excelentes casas na cidade:


Ronda foi parte de nosso roteiro pela Andalucia: alugamos o carro em Sevilha e fomos direto à Ronda (cerca de 130 km), ficamos 2 noites por lá e saimos rumo a Granada (cerca de 200 km).


Se você não quiser se hospedar por lá, dá para conhecer Ronda como day-tour a partir de Sevilha - aqui algumas opções - ou de Granada - aqui mais informações.


Flåm, Noruega
Flåm, Noruega


3 - Flåm - Noruega


Fiordes que parecem saídos de um conto de fadas, cachoeiras belíssimas, o passeio de trem mais lindo do mundo, vilas pitorescas, e ainda por cima com diversas opções para aventuras de bike, kayak, hiking, etc.


A região é o paraíso para apreciadores da natureza, e arrisco dizer que, mesmo quem é mais chegado à vida urbana vai ficar deslumbrado com Flåm.


Ficou curioso para conhecer nosso roteiro de 12 dias pela Noruega? É só clicar!



Ficamos três dias por lá, hospedados em um Airbnb um pouco distante (em Voss, pois reservamos com pouca antecedência e essa foi a hospedagem na região com o melhor custo-benefício que conseguimos). Em Flåm há algumas opções de hotéis/pousadas, porém não muitas, então recomendo reservar com a máxima antecedência possível.


Estávamos com carro alugado e, a não ser que você esteja com uma excursão daquelas tudo incluso (que normalmente partem de Bergen, aqui algumas opções), recomendo alugar para ter mais flexibildiade e conseguir aproveitar ao máximo seus dias por lá.


Além de tomar diversos chocolates-quentes, alguns sorvetes, umas cervejas artesanais locais (no Aegir Brew Pub) e comer muito salmão defumado, olha só o que fizemos:

- Passeio de barco pelo Aurlandsfjord e Naerofjord

- Trem de Flåm à Myrdal (Flamsbana) & Flam Railway Museum

- Bike de Myrdal à Flåm (Café Rallaren)

- Passeio de Kayak no Aurlandsfjord

- Mirante do Stalheim Hotel

- Aurland Shoe Shop

- Viking Valley (em Gudvangen, passeio recomendado para crianças)

- Vila de Undredal

- Mirante Stegastein


Abadia de Malmesbury, Wiltshire, England, United Kingdom
Abadia de Malmesbury


4 - Malmesbury, Inglaterra, Reino Unido


Malmesbury, um dos povoados mais antigos do Reino Unido, é uma cidadezinha charmosa, que te chama a diminuir o ritmo, sentar para um café (ou chá) e apreciar a vida local.


A principal atração lá é a lindíssima abadia do século XII, fundada como um mosteiro beneditino em 676 d.C. e que chegou, no século XI, a abrigar a segunda maior biblioteca da Europa, sendo considerada um grande centro cultural e de aprendizado. Finalizada em 1180 d.C., sua torre desabou, levando junto grande parte da construção, numa tempestada ao redor de 1.500 d.C. Algumas décadas depois houve outro desabamento, de forma que o que vemos hoje é menos da metade do edifício original.



Fica na região de Wiltshire, cerca de 150 km a oeste de Londres. Dá para conhecer num bate-e-volta a partir de Londres, foi o que fizemos, com carro alugado, mas é possível também ir de trem. A cidade fica bem próxima a Bristol e a Bath, esta também uma linda cidadezinha para incluir no seu roteiro de small british towns (as ruínas romanas dos banhos em Bath são lindíssimas, aqui uma proposta de passeio a pé guiado).


Se quiser aproveitar e ficar uma noite lá, para curtir e relaxar, uma opção é o Old Bell Hotel, instalado em um edifício do século XIII, exatamente ao lado da Abadia, confira a disponibilidade aqui:


Praça do Giraldo, Évora, Portugal.
Praça do Giraldo, Évora, Portugal.


5 - Évora, Portugal


Ok, Évora não é tão pequena quanto as outras, e já é bem conhecida dos roteiros turísticos, mas ainda assim digna de uma parada na sua próxima viagem à Portugal.


Évora é rodeada por muralhas medievais, bastante preservadas, vale a pena dar uma olhada no Aqueduto da Água de Prata que, desde 1537 até os dias atuais, leva à cidade águas das nascentes situadas na região da Graça do Divor, a 18 km de distância. Imperdíveis são as ruínas romanas do Templo de Diana, a Capela dos Ossos (junto à Igreja de São Francisco), sem falar nas diversas igrejas históricas da cidade, explorar alguns de seus museus e curtir os parques (vale passear pelo Jardim Público e as Ruínas Fingidas) e praças (a região da Praça do Giraldo - foto acima - é ótima para parar para um café e sorvete).


Próximo à cidade há também o Cromeleque dos Almendres, complexos de ruínas monolíticos datados do século VI a.C. (para este é necessário ir de carro ou com um tour)



Gostaria de ter me hospedado na cidade ao menos 1 (como fiz quando estive por ali na década de 90, mochilando pela Europa), mas nessa última vez que estive lá, com crianças e amigos, acabamos optando por fazer um bate-e-volta a partir de Lisboa (são cerca de 130 km de distância).


Opção de hospedagem não falta por lá, confira aqui ou na caixinha abaixo. Recomendo ficar na parte histórica da cidade, dentro das muralhas, e fazer todos os passeios a pé mesmo.



Uma proposta interessante é fazer um passeio a pé guiado na cidade, sempre que possível tentamos incluir esse tipo de passeio, pois nada como conhecer a cidade e suas histórias com um guia local, fica muito mais interessante e enriquecedor - aqui tem uma opção bem bacana.


Outra cidadezinha charmosíssima em Portugal é Guimarães, que fica no distrito de Braga, próxima ao Porto. A Norma do blog Viaje com Norma conta o que fazer em 1 dia em Guimarães, vale conferir!


GOSTOU DAS SUGESTÕES?


Há muitas outras pequenas cidades que valem a pena ser visitadas. Essas são só algumas das que conhecemos e gostamos - e me propus a selecionar 5, não foi fácil não, mas tive que me conter pois caso contrário esse post ia ficar gigantesco...

Outros posts sobre viagens na Europa


Curtiu essas dicas? Então segue a gente:

Instagram @danae_explore

Pinterest @danaeexplore


Comentários ou dúvidas? Deixe seu comentário e nos siga nas redes sociais


AGORA APROVEITA E SALVA ESSE PIN NA SUA CONTA DO PINTEREST, assim você vai encontrar esse post com 5 cidadezinhas imperdíveis na Europa sempre que você precisar!


5 cidadezinhas imperdíveis na Europa

AGORA DEPOIS DE TODO ESSE MONTE DE DICAS, aqui está nosso link para o BOOKING.COM - fazendo suas reservas por esse link para os outros destinos da sua viagem você não gasta um centavo a mais e nos ajuda a manter esse site no ar! Clica e boas viagens!!

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page