top of page
  • Foto do escritorDanae Bianco

É caro viajar na Noruega?

Atualizado: 28 de mai.

Dicas práticas para te ajudar a visitar um dos países mais lindos (e caros) do mundo


Se você está pensando, ou sonhando, em conhecer a Noruega, certamente essa é uma das primeiras perguntas que vem à mente.


Afinal, quanto custa viajar na Noruega?


Vila de Undredal, no fiorde Naero, vista durante passeio de barco. Há uma bandeira da Noruega tremulando visível no canto direito da foto
Naerofjord, Undredal

Me fiz esse mesmo questionamento, pesquisei muito, fiz muitas contas e quebrei a cabeça até chegar num roteiro de 12 dias pela Noruega, tudo dentro do orçamento! Mesmo assim, foi um dos destinos mais caros - se não o mais caro, que visitamos nos últimos anos, mais caro que Japão, Estados Unidos e Espanha, por exemplo.

Mas nvaleu cada centavo. A beleza das paisagens norueguesas compensa cada dólar investido. E quando você for embora, certamente pensará: podia ter economizado mais e ficado um dia a mais aqui!


Com estratégias simples e um planejamento adequado, é possível reduzir o custo da viagem e ainda assim aproveitar ao máximo tudo que a Noruega tem a oferecer.


A seguir conto o que nós fizemos para viabilizar a realização desse sonho. Vem ver quanto custa viajar pela Noruega!


 

Nesse post, você vai encontrar dicas para economizar na sua viagem à Noruega:

 
Preikestolen, ou Pedra do Púlpito, vista a distância. Há varias pessoas no topo da pedra, é um dia claro de verão, com céu azul e poucas nuvens. Noruega
Preikestolen - Pedra do Púlpíto

Como economizar com hospedagem na Noruega


A hospedagem costuma, depois da passagem aérea, a ser o maior custo de uma viagem e, normalmente, aquele onde acaba sendo mais fácil e efetivo economizar.


Os preços das acomodações na Noruega, como em qualquer lugar do mundo, variam bastante dependendo da localização, do tipo de hospedagem e do nível de conforto.


Para hotéis 2-3 estrelas, estime entre US$70 e US$130 por dia, por quarto duplo. Em Oslo, nos hospedamos no Citibox Oslo, o melhor custo benefício que conseguimos, por US$106 o quarto duplo e US$220 o quarto família (viajamos em julho, auge do verão).


Nas outras cidades – Flam, Geiranger, Bergen e Stavanger - aproveitei que estávamos viajando em um grupo de 7 pessoas, e ficamos em apartamentos. Gastamos de US$50 a US$80 por pessoa por dia nessas hospedagens, que você pode conferir no post com nosso roteiro completo pela Noruega.


Nem preciso dizer que, em lugares caros como a Noruega, ficar em uma hospedagem que tenha cozinha tem um benefício extra: fazemos refeições em casa e reduzimos os gastos com alimentação.


Outro ponto que pode ajudar a reduzir os custos é a localização. Abrir mão da localização mais top das galáxias, e escolher uma hospedagem gostosa, porém um pouco mais distante das principais atrações.


Casas de madeira escura, com teto ajardinado, em vale com vegetação verde e montanhas com um pouco de neve ao fundo. Noruega
Nosso chalé (não tão) próximo ao Geirangerfjord

Em Geiranger, abrimos mão da localização espetacular (pensa naquele hotel com vista para o mais lindo fiorde da Noruega) e optamos por um chalé super charmoso e confortável, porém um pouco afastado da atração principal. Em Flåm idem: não conseguimos hospedagem com disponibilidade e preço razoável na vila, e nos hospedamos numa casa confortável a cerca de 40km do ponto de partida dos passeios. Como estávamos com carro alugado e havia estacionamento fácil e grátis, a localização mais afastada não foi um problema. Em Stavanger, nossa confortável casa ficava a uma curta viagem de 15 minutos de ônibus do centro da cidade.


Duas meninas brincam com uma bandeira da Noruega no gramado verde do quintal de uma casa em madeira escura, com janelas brancas. É um dia com sol e ceu azul
Casa em Stavanger

Em Bergen, eu quis ficar em Bryggen, a área histórica da cidade, com todo agito, restaurantes e lojinhas. Optamos por uma casa que deixou a desejar em termos de beleza e limpeza, mas com localização perfeita e preço que coube no nosso orçamento.


Ou seja, em todos os locais em que nos hospedamos, abrimos mão de algo que, fosse um país mais “acessível”, não teríamos dispensado.


E, claro, pesquise com antecedência. Quanto antes pesquisar, mais opções haverão, e mais chances você terá de encontrar uma acomodação que atenda seus critérios, no preço que você pode pagar.


Outro fator que influencia é a época do ano. Na Noruega, o verão é considerado alta estação, então se você tiver flexibilidade, viajar fora de estação - na primavera ou no outono - pode ser uma forma de reduzir os custos de hospedagem.

 

Que tal aproveitar e já pesquisar sua hospedagem na Noruega?



Alimentação na Noruega


Os preços das refeições em restaurantes podem ser um choque para quem está acostumado aos preços brasileiros.


Uma refeição simples em um restaurante médio pode facilmente custar ao redor de US$30-40, enquanto um jantar em um restaurante mais sofisticado pode ultrapassar US$80 por pessoa, sem bebidas.


Para reduzir o custo de alimentação, a dica de ouro é comer em casa.

Aproveitamos que na maior parte das hospedagens em que ficamos havia cozinha: fizemos o café da manhã todos os dias em casa, e quase todos os jantares.


No dia que fomos a Preikestolen e no dia em que nós fizemos o passeio de caiaque em Flåm, levamos sanduiches e frutas para um almoço estilo pic-nic a beira de incríveis fiordes.


Tente ao máximo aproveitar os mercados e preparar você mesmo sua refeição - até porque a culinária local, no meu ponto de vista, não é tão espetacular a ponto de valer mais que algumas refeições em restaurantes tradicionais.

 




Bebidas alcoólicas na Noruega


As bebidas alcoólicas na Noruega são MUITO caras. MUITO CARAS mesmo.


A primeira (e única) vez que pedi uma long-neck num restaurante eu quase morri quando vi a conta, algo como US$18 (sem gorjeta) por uma mísera cerveja comum num restaurante ordinário.


Se você não curte álcool, perfeito! Está aí uma forma muito simples e eficiente de economizar na sua viagem à Noruega. Mas se você, como eu, acha que férias cai muito bem com um bom vinho saboreado em ótima companhia, aí vão as dicas:


  • Compre no free-shop a quantidade de álcool que você pretende consumir na viagem, ou o máximo permitido. Pelo que pesquisei no site da aduana norueguesa, o limite para não residentes é 1 litro de destilados e 2 garrafas de vinho (ou zero destilados e 4 garrafas de vinho) e 2 litros de cerveja, por pessoa acima de 18 anos. Para bebidas com mais de 22% de alcool, o limite de idade é 20 anos, e é proibido levar bebidas acima de 60%. Sem dizer que, ao se hospedar num Airbnb e fazer o jantar em casa, você já aproveita para tomar o vinho, sem ficar com a consciência pesada e sem se preocupar em dirigir ou encontrar o caminho de volta.


  • Atenção, pois a venda de álcool é sujeita a regulamentação pelo governo – que na prática pudemos perceber que é estritamente aplicada:

    • em mercados, somente é possível comprar cervejas light, com até 4,7% de álcool.

    • cerveja só é vendida em mercados até as 20hs em dias de semana, e até as 18hs aos sábados. Aos domingos não é permitida a venda de bebidas alcoólicas. Somente restaurantes e bares podem vender bebida alcoólica fora desses horários.

    • qualquer bebida acima de 4,7%, incluindo vinho e destilados, é vendida somente em lojas estatais, chamadas Vinmonopolet. Não encontramos nenhuma (porém também não procuramos). Essas lojas estatais de birita funcionam, durante a semana, até as 18hs e aos sábados até as 15hs.

 





Transporte na Noruega


O sistema de transporte público na Noruega é eficiente, e pode parecer caro, mas provavelmente será a forma mais econômica de você se locomover do ponto A ao ponto B.


O serviço de trem da Noruega é operado para empresa VY, os trens são bastante confortáveis e pontuais. Mas o principal motivo para andar de trem na Noruega é apreciar as paisagens deslumbrantes que você verá da janela.


Fizemos em trem o trecho de Oslo a Voss, e de Voss a Bergen. Consulte o site da VY para saber os preços atualizados, porém na data deste post, a passagem de Oslo a Bergen estava US$ 51 a mais barata.


Em Voss, alugamos um carro para os dias que passamos em Flam e Geiranger. Usamos a Hertz, porém vale a pena consultar as opções. Um carro compacto, alugado em Oslo ou Bergen, pode ser encontrado por cerca de US$150 por dia.


Apesar da Noruega ser um dos maiores produtores de petróleo do mundo, a gasolina não é barata – infelizmente não anotei os valores, mas foi mais cara do que o que costumamos pagar no Brasil.


 

Atrações e Atividades na Noruega


A principal atração turística da Noruega é totalmente grátis: apreciar a paisagem!


Porém (e sempre há um porém), muitas vezes você terá que colocar a mão no bolso para conseguir apreciar, com propriedade, essa paisagem.


Abaixo o que fizemos e os valores (preço para um adulto)


  • Trem de Oslo a Bergen (não é exatamente um passeio turístico, mas as vistas são incríveis): US$ 51

  • Passeio de barco no Naerofjord: US$ 58

  • Trem de Flam a Mydral na Flamsbana: US$ 47

  • Aluguel de bicicleta no Café Rallaren: US$ 42 /adulto

  • Passeio de Caiaque: US$120

  • Viking Valley: US$ 21

  • Dirigir de Flam a Geiranger: não há pedágios.

  • Igreja Borgund Stave Church: US$ 12

  • Ferry em Geiranger: US$ 93 (1 adulto + carro)

  • Entrada no mirante Dalsnibba: US$ 31 por carro

  • Funicular em Bergen: US$ 12

  • Bergen Fortress: grátis

  • Trilha de Preikestolen: a trilha em si é grátis, mas se você não estiver de carro, terá que pagar o transporte até lá. Fomos de ônibus, US$ 37; se você for de carro, terá que pagar pedágio e estacionamento, estime um gasto de ao redor de US$34.


Esses foram os principais passeios que fizemos; o restante, pelo que me recordo, ou foi grátis ou teve custo mínimo.


É possível fazer o passeio de Flam como um day-tour a partir de Bergen, incluindo o barco que sai de Bergen, o trem da Flamsbana e o retorno a Bergen em trem – o passeio chamado Norway in a Nutshell: há diversas operadoras desses passeios, pesquise bem e veja qual o mais adequado para suas necessidades.

 


Dinheiro

 

Se eu te contar que ficamos 12 dias na Noruega e em nenhum momento eu vi uma nota de dinheiro?


Usamos cartão para TUDO. Absolutamente todos os lugares aceitam cartão. Leve seu cartão internacional e vá tranquilo.


Melhor chip de celular para usar na Noruega

 

Na Noruega, assim como em outras viagens internacionais que fiz, usei o chip Airalo, comprado no Brasil e ativado assim que cheguei no Aeroporto de Oslo.


Funcionou muito bem e, pelas minhas contas, é sempre a opção mais econômica.


Com o cupom DANAE2375 você ganha US$3 de desconto na sua primeira compra!



Passagens aéreas


A passagem aérea é, normalmente, o item com o maior custo da viagem. Não vou entrar em detalhes, pois os preços variam muito considerando época do ano, promoções, uso de milhas, companhia aérea etc.


O custo de uma passagem aérea para Noruega tende a não ser muito diferente daquele de uma passagem para outro destino no centro e norte da Europa. Neste post eu comento como planejamos nossas viagens e tem uma seção específica sobre como pesquisar passagens aéreas, mas no fundo, não tem segredo: é pesquisar, pesquisar e pesquisar, e começar a planejar com a maior antecedência possível.

   


Seguro Viagem


Não dá para viajar sem, especialmente para um destino caro como a Noruega! Já pensou precisar de algo lá?


Eu costuumo cotar em diversas empresas e ver o que tem a melhor cobertura, pelo melhor preço.  É outra categoria de gastos que não tem muito segredo: é só pesquisar.


Igreja em madeira escura - Borgund Stave Church, ao fundo montanhas com vegetação verde em dia encoberto
Borgund Stave Church

Enfim, quanto custa viajar na Noruega?


Para uma viagem confortável, com hospedagens mid-range, estime os seguintes gastos por pessoa, em quarto duplo:


  • hospedagem: US$ 60/noite

  • alimentação: US$50/dia (considerando que algumas refeições serão feitas em casa, ou lanches)

  • passeios: US$ 50/dia

  • aluguel de carro: US$ 75/dia (carro econômico, valor dividido por 2 pessoas)

  • outras despesas: US$ 5/dia (transporte urbano, pequenas compras: água, snacks, sorvete, etc)

  • outros gastos: chip de celular, sseguro viagem: a partir de US$ 26 para 1 semana de viagem


Lembrando que isso foi, aproximadamente, o que gastamos em uma viagem de 12 dias pela Noruega, em JULHO, no verão europeu, auge da alta estação - em outras épocas do ano os preços podem ser diferentes!


Somando tudo, estime US$ 240 por dia por pessoa, sem considerar o custo da passagem aérea. Não é muito diferente do custo de uma viagem, no mesmo nível de conforto e com a mesma quantidade de atividades, para outros destinos "caros" como Estados Unidos ou Inglaterra. Eu acho caro, mas vale a pena, te garanto!


Depois que for a Noruega, me conte o que achou, e se estas estimativas de gastos te ajudaram e fizeram sentido! Nos siga nas redes sociais e deixe seu comentário por lá, ou aqui no blog:


Instagram @danae_explore 

Pinterest @danaeexplore 


Qual seu veredito? É caro ou não viajar na Noruega?


Porto de Bergen, Noruega, com casas em madeira em tons de marrom, branco e amarelo ao fundo, e alguns barcos e veleiros a frente
Bergen
 

Outros posts sobre viagens na Europa:

 

 

Comentários ou dúvidas? Deixe seu comentário e nos siga nas redes sociais


E agora, depois desse monte de dicas show, salve esse pin na sua conta do Pinterest, para você achar esse post que te ajuda a descobrir se é caro e quanto custa viajar na Noruega sempre que precisar!


Pin para PINTEREST: Quanto custa viajar na Noruega, www.danae-explore.com.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page