top of page
  • Foto do escritorDanae Bianco

Como planejar uma viagem de férias

Atualizado: 12 de dez. de 2023

10 passos para planejar uma viagem perfeita. A SUA viagem, da forma que VOCÊ quer. Simples e fácil.


Quer viajar e conhecer o mundo mas não sabe por onde começar ou como planejar uma viagem de férias? Fica assustada(o) e perdida(o) pensando nos milhares de detalhes, com medo de esquecer algo? Não tem ideia de como planejar uma viagem? Quer fazer a viagem dos seus sonhos mas nenhum pacote corresponde ao que você quer (fora os preços astronômicos)?


Pois já passamos por isso. Foram muitos perrengues, muita dor de cabeça, dinheiro, tempo e oportunidades perdidas - pois é isso que acontece quando a viagem é mal-planejada - mas há anos tenho seguido um passo-a-passo que é a receita perfeita para uma viagem mais que perfeita.


Aproveita e vem comigo!


Porto de Chania, ilha de Creta, Grécia, ao por-do-sol, com bares e restaurantes e pessoas se divertindo
Chania, ilha de Creta, Grécia.

PRIMEIRO, AS REGRAS BÁSICAS:


Para que a viagem dê certo, eu sigo essas regrinhas básicas - recomendo que você pense carinhosamente sobre elas e tente adotá-las:


1º - Menos é mais: não tente ver tudo em uma única viagem. Passar correndo por diversos lugares é a receita certa para ficar cansada(o), estressada(o) e frustrada(o).


2º - Planejamento & Flexibilidade: planeje com antecedência o que você pretende fazer no destino, mas tenha flexibilidade - os momentos mais memoráveis das viagens costumam ser aqueles que acontecem espontaneamente.


3º - A viagem é sua e você a fará como quiser: não é só porque a vizinha amou, o primo recomendou ou alguém postou como imperdível no Instagram que você tem que incluir tal ou qual lugar no roteiro. Se aquilo não te interessa ou você acha que vai ser cansativo/ chato/ caro/ bobo, não tem porquê ir até lá.


Com essas três regrinhas em mente, vamos ao passo-a-passo.


Bora aprender como planejar uma viagem de férias nota 10!

 

(se quiser ir direto a um tópico, só clicar nele!)

 

Outros posts sobre planejamento de viagens:


The Vessel, Nova Iorque. Moça com blusa laranja em primeiro plano.
Eu em NYC, na época que ainda era possível subir no The Vessel.

1️⃣ Definir época do ano e fazer uma lista dos destinos que gostaria de visitar


Creio que aquela lista básica de lugares que queremos visitar todos temos (às vezes com centenas de itens😂) .


O que é necessário fazer nesse primeiro momento é definir qual época do ano que iremos viajar - não precisa ser os dias exatos, mas aquela ideia geral: quero viajar por 2 semanas em março ou abril, ou então quero 20 dias em agosto, ou emendar a semana do Carnaval, e por aí vai.


Definida a época que você pretende viajar e com a lista de possíveis destinos, o primeiro passo é pesquisar se aquela época é indicada para visitar aquele destino.


Coisas como verificar se o local estará aberto (muitas atrações, especialmente parques nacionais, podem fechar em algumas épocas do ano), se é época de chuvas (não que isso impeça sua viagem - normalmente é mais barato viajar na época chuvosa), se haverá neve (caso você queira neve ou, ao contrário, caso queira fujir da neve), se será seca ou cheia de rios, se haverá ondas caso você queira surfar e por aí vai.


Nos últimos anos (e por vários que ainda virão) só podemos viajar em férias escolares e feriados prolongados. O que significa que viajamos ou no alto verão, ou no alto inverno. Assim, tenho uma "lista de desejos" para férias de janeiro, outra para férias de julho, e outra para feriados prolongados, já com os destinos adequados para cada uma dessas épocas do ano.


Se você tem flexibilidade para tirar férias em outras épocas, recomendo muito que o faça. São diversas vantagens: melhores preços, lugares menos lotados e clima mais agradável.


por-do-sol no Parque Nacional Tayrona, Colômbia
Por-do-sol no Parque Nacional Tayrona, Colômbia.


2️⃣ Pesquisar preços de voos e fazer estimativa de gastos = orçamento da viagem


Aqui é que a decisão será tomada. Defina seu orçamento para a viagem e pesquise para ter uma ideia geral qual (ou quais) daqueles destinos cabem no seu orçamento.


Os itens mais caros costumam ser passagens aéreas (especialmente passagens internacionais ou em feriados prolongados e alta temporada), hospedagem, passeios e alimentação, e transporte interno.


Dependendo do destino, passeios e alimentação podem ser mais baratos (ou inclusos nas diárias de hospedagem), mas é sempre bom verificar, para não estimar um valor para esses gastos e chegar na hora e perceber que terá que gastar o triplo, o que compromete toda a diversão e só vai gerar frustração.


tela inicial do Google Flights

Preços de voos: costumo usar o Google Flights e o SkyScanner, mas há outras ferramentas online de busca de preços de passagens aéreas. Prefiro usar o Google Flights pois acho a interface mais agradável, mas isso vai do gosto de cada um.


A utilização é intuitiva e simples: inclua sua origem e o destino, as datas e começe a pesquisar. As datas podem ser flexíveis ou fixas; use e abuse do quadro de datas - em verde na figura abaixo- que mostra os preços para uns dias antes ou depois das datas que você inicialmente definiu.


tela de pesquisa do Google Flights com exemplo de rastreamento de preços

Conforme for achando voos interessantes, ligue o alerta - em amarelo na figura acima, para acompanhar os preços daquele voo - o Google Flights vai te notificar por email sempre que o preço se alterar, para mais ou para menos.


Dica: se na sua cidade não houver aeroporto (ou for um aeroporto regional), faça a busca com a origem no principal aeroporto da região (se você está no sudeste, vale sempre colocar São Paulo e Rio de Janeiro como origem para destinos internacionais) e separadamente verificar o voo da sua cidade ao hub (GRU ou GIG). Muitas vezes há uma diferença significativa, tanto de opções de voos quanto de valores.



tela inicial do Booking.com

Hospedagem: costumo usar o Booking.com - entre no site, coloque os destinos e datas prováveis e veja as opções. Se há um hotel específico que você pretende se hospedar, verifique também no site do próprio hotel.


Passeios: procure os sites oficiais das atrações que você pretende visitar (museus, parques, pontos históricos) para verificar o valor dos ingressos e se é necessário comprar com atencedência. De um google no passeio que quer fazer (por exemplo: "passeio de buggie dia inteiro Natal") e veja o que aparece, já vai dar para ter uma ideia do preço. Outra fonte é o GetYourGuide.


Alimentação: além da busca básica no ggole por "quanto custa uma refeição em ......", entre no Google Maps, escolha um destino que pretende ir, e vá vendo os restaurantes, procure os cardápios (com atenção para quando foi tirada a foto), já dá para ter ideia de quanto custa uma refeição.


Transporte interno: se você vai fazer um road-trip, ou vai se deslocar entre várias localidades, é importante verificar qual a melhor forma para se locomover e o custo: aluguel de carro, passagens áreas internas, trem ou ônibus. Mesmo se for ficar o tempo todo numa mesma cidade, como você vai se locomover lá? É sempre bom dar uma olhada no custo do metrô ou taxi, se o uber opera lá, ou se será necessário alugar um carro. Uma pesquisa rápida no Google já te dá uma ideia de quanto custam esses deslocamentos internos.


Com isso, você consegue definir o orçamento da viagem e excluir alguns destinos da lista.


Outra definição importante, que pode ser feita nesse momento, é a duração exata da viagem: "duas semanas de férias" podem acabar sendo 13 ou 16 dias - dependendo dos preços dos voos e do custo de cada diária (hospedagem + passeio + alimentação), ficar um ou dois dias a menos, ou a mais, pode fazer uma diferença relevante.


mosteiro dos geronimos, Lisboa, Portugal
Mosteiro dos Jeronimos, Lisboa, Portugal


3️⃣ Documentação


MUITO IMPORTANTE: antes de qualquer decisão sobre o destino, verifique se é necesário PASSAPORTE, VISTO, vacinação (febre amarela, COVID-19 ou outra), se é obrigatório ter seguro-viagem ou qualquer outro tipo de restrição ou exigência burocrático-documental.


Um site muito bom para pesquisar é o sherpa.com



4️⃣ Pesquisar ideias iniciais para o roteiro, definir porta de entrada e de saída e se serão necessários voos internos.


É o momento de começar a pensar no roteiro detalhado. Por exemplo, se você quer ir para Itália, é a hora de pensar em quais cidades visitar e quanto tempo ficar em cada uma.


Essa é a parte que acho mais legal do planejamento: conhecer mais sobre o destino (e com isso ter mais elementos para decidir entre os que ainda estão na jogada), descobrir coisas legais para se fazer, sonhar com a viagem. Vale pesquisar no Google, em blogs, no instagram, guias de viagem (adoro!), perguntar aos amigos e conhecidos, enfim, todas as fontes são válidas para enriquecer seu repertório viajante.


Também é hora de verificar se você vai chegar e ir embora pelo mesmo local. Por exemplo: se você quer ir para França e Holanda, pode ser interessante pegar um voo de ida chegando em Paris, e na volta sair de Amsterdam. Com isso, além de ganhar tempo, talvez você consiga um preço melhor nas passagens aéreas.


Por do sol em Cidade do Cabo, Áfria do Sul
Victoria & Alfred Waterfront, Cidade do Cabo, África do Sul


5️⃣ Comprar passagens aéreas


Chegou o momento mais esperado: comprar as passagens aéreas acaba sempre tendo aquele gostinho do "pronto, agora eu vou e ninguém me segura!"


(lógico que, mesmo depois de compradas as passagens, muitas coisas podem acontecer, mas vamos seguir otimistas porque, mesmo quando surge uma pandemia global, mais cedo ou mais tarde as viagens sempre costumam acontecer)


Já compramos passagens aéreas antes de qualquer pesquisa sobre o destino? Sim! Já compramos passagens aéreas depois de ter vários hotéis e passeios reservados? Sim! Mas, sinceramente, não recomendo. No primeiro caso, a não ser que você encontre uma promoção muito boa, mas muito boa mesmo, em que não haja tempo nem para uma pesquisa rapidinha, você pode até fazer um bom negócio no aéreo, mas corre o risco de se frustrar em outras áreas, como custo geral do destino, pouco ou muito tempo naquele destino, etc. No segundo caso (reservar hospedagens e passeios antes de comprar as passagens), você acaba ficando com pouca flexibilidade para definir datas do aéreo, então pode acabar pagando mais caro do que gostaria.


Se a viagem não envolve viagem aérea, ótimo! Aproveita esse momento para ver se o carro não precisa uma revisão ;-) Se for viagem rodoviária ou de trem, pesquise se é necessário comprar as passagens com antecedência e program-se para isso.


Templo de Adriano, Biblioteca de Celso, ruinas gregas em Éfeso, Turquia
Éfeso, Turquia


6️⃣Detalhar roteiro, pesquisar (e reservar) hospedagem


Passagens compradas, jogue-se no detalhamento do roteiro. O quanto você vai planejar e reservar depende do seu estilo de viagem e da época do ano (em alta temporada é sempre bom ter as acomodações reservadas com antecedência), mas é sempre interessante e importante ter uma ideia geral do roteiro: que lugares visitar, quanto tempo ficar em cada um, passeios e atividades que você quer realmente fazer.


Como disse no início, qualquer viagem tem que ter um mix entre planejamento e espontaneidade. Deixar tempo e oportunidades para o livre passear, curtir o local, aproveitar aquela dica que um outro viajante, que você conheceu ali mesmo, te passou, alterar planos em função do clima ou da sua disposição.


Recomendo ter ao menos os primeiros dias de acomodação reservados, principalmente quando se trata de uma viagem internacional.



Lagoa Verde, Alter do Chão, Pará, Brasil
Alter do Chão, Pará, Brasil


7️⃣Reservar transfers, alugar carro, comprar passagens de trem, ônibus e demais locomoção interna


Essas reservas podem ser essenciais em alguns casos, recomendáveis em outros, ou podem ser feitas na hora em outras situações. Depende do destino, objetivo da viagem (por exemplo, se é um road trip, é essencial alugar o carro com antecedência), estilo de viagem, época do ano, etc.



8️⃣ Comprar ingressos e reservar atividades e passeios


Isso também depende do seu destino e do que pretende fazer. Pesquise se é necessário comprá-los com antecedência.


Quase não conseguimos visitar a Alhambra (um dos lugares mais lindos do mundo na minha opinião), em Granada, na Espanha, pois deixei para comprar os ingressos umas semanas antes da viagem (tem que comprar MESES antes). Só conseguimos visitar pois uma alma caridosa no guichê de vendas (sim, fomos no guichê choraminguar para ver se não tinha como liberar uns míseros ingressos para quem tinha vindo de tão longe) nos explicou que a meia-noite eram liberados ingressos extras para o dia seguinte. Conseguimos comprar, mas as 0h03 já não havia mais tickets disponíveis.


Não passe esse stress. Pesquise antes. É sério.



Bear Lake. Rocky Mountain National Park, Colorado, EUA
Rocky Mountain National Park, Colorado, EUA


9️⃣ Seguro de viagem, especialmente se for viagem internacional


O seguro de viagem tem que ser feito antes de sair do Brasil. Recomendo sempre fazer, mesmo que seja uma viagem curta.


Já usei a Real Seguros e recomendo. A contratação é toda online, rápida e sem stress; dá para fazer cotação no site na hora, e esse link ainda te dá desconto de 5% em qualquer contratação.


E se nessa hora bater aquela insegurança, confira essas dicas do Moisés para como superar a ansiedade da primeira viagem solo. Te garanto que, depois da primeira, você nunca mais vai querer parar!



1️⃣0️⃣Arrumar as malas e PARTIU!!!


Aí é só esperar a data da viagem e (uns dias antes) arrumar as malas - as dicas para organizar a bagagem da Andressa, do blog Bagagem Despachada, caem como uma luva nesse momento!


Agora é só curtir! Que seja a viagem que você tanto sonhou e planejou!



MAS VOCÊ DEVE ESTAR SE PERGUNTANDO ....


Quanto tempo antes devo começar a planejar? Quanto tempo demora para fazer tudo isso? ⏳⏳⏳


Pergunta difícil essa... rsss


Não tem resposta certa. Tudo vai depender do seu destino, da época, do seu orçamento (tudo feito com antecedência tende a ser mais barato), da sua disponibilidade, etc. etc. etc.


Já fizemos esse processo todos em 2 dias (foi corrido mas deu tudo certo!) e em outros casos foi mais de um ano de planejamento.


O que posso dizer é: férias escolares? Programe-se com MUITA antecedência. Feriados prolongados? Programa-se com MAIS ANTECEDÊNCIA AINDA (principalmente para destinos no Brasil).


E lembre-se que no hemisfério norte as férias de verão costumam ser de julho a início/meados de setembro, então o mês de agosto é considerado férias escolares por lá.



E NÃO ESQUEÇA DE SALVAR ESSE PIN NO SEU PINTEREST, para você ter esse post que te ensina como planejar uma viagem de férias sempre que precisar


Como planejar uma viagem de férias - 10 passos para organizar uma viagem perfeita, fácil e sem erro


DEPOIS DE TODO ESSE MONTE DE DICAS, aqui está nosso link para o BOOKING.COM - fazendo suas reservas por esse link para este e os outros destinos da sua viagem você não gasta um centavo a mais e nos ajuda a manter esse site no ar! Clica aqui e boas viagens!!

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page