top of page
  • Foto do escritorDanae Bianco

Preikestolen com crianças - como é fazer a trilha mais linda da Noruega

Atualizado: há 7 dias


Você provavelmente já deve ter visto alguma foto ou vídeo de Preikestolen (Pedra do Púlpito em portugês ou Pulpit Rock em inglês) no Instagram e - como eu - deve ter ficado babando naquela paisagem incrível: uma pedra praticamente plana bem a beira de um fiorde lindíssimo na Noruega.


Preikestolen, Pedra do Pulpito, Pulpit Rock, Noruega

Um dos mais famosos cartões postais da Noruega, o platô tem cerca de 25mx25m e fica 604 metros acima do nível do Lysenfjord.


Se isso não foi suficiente para te convencer, dá uma olhada no Tom Cruise e Henry Cavell, que travaram um duelo incrível bem ali na Pulpit Rock no Missão Impossível - Fallout, de 2018 😉


Quando eu estava planejando o roteiro de nossa viagem à Noruega, Preikestolen era o lugar que eu MAIS queria ir. Não havia qualquer possibilidade de eu ir até a Noruega e não ir a Preikestolen.


 

Neste post você encontrará tudo para fazer a trilha de Preikestolen (com ou sem crianças) na Noruega:

 

Outros posts sobre a Noruega:


Vista do Lysenfjord ao final da trilha de Preikestolen, Pulpit Rock, Pedra do Púlpito
Vista do Lysenfjord ao final da trilha de Preikestolen

Quando ir à Pedra do Púlpito


É possível fazer a trilha de Preikestolen o ano inteiro, mas no inverno há muita neve e as condições climáticas podem ser adversas.


Em geral, recomenda-se que a trilha seja feita nos meses de verão, de junho a agosto, mas mesmo em junho pode ainda haver muita neve no caminho, e em agosto já pode começar a nevar. Obviamente, esses são, também, os meses em que a trilha estará mais cheia.


Fomos no final de julho (mais precisamente, dia 29 de julho) e pegamos um tempo excelente: sol o tempo todo, com algumas poucas nuvens, e temperatura agradabilíssima (entre 15 e 20ºC). Não havia qualquer resquício de neve no caminho, nem em qualquer das montanhas que se avista da trilha.


Na tabela abaixo, extraída do site oficial da Preikestolen (link aqui) você tem uma ideia de como é a trilha ao longo do ano e da quantidade de pessoas com quem você dividirá as vistas:


Tabela com condições climáticas da trilha para Pedra do Púlpito ao longo do ano
1a.coluna Mês; 2a. coluna Quantidade de pessoas; 3a. coluna Temperatura média no topo; 4.a coluna Dias de Chuva; 5a. coluna Quantidade de horas diárias de sol; 6a. coluna Não começe a trilha depois das ....hs.


Onde se hospedar para fazer a trilha de Preikestolen


Nos hospedados em Stavanger, a melhor cidade para se usar como base para a trilha, exceto se você estiver com motorhome, situação em que será melhor pernoitar em algum lugar mais próximo ao início da trilha.


Stavanger é a terceira maior da Noruega, com um centrinho bem charmoso e uma vibe bem legal.


Ficamos em um Airbnb maravilhoso, uma casa em que os host efetivamente moram lá e a alugam quando estão de férias em outros locais. Ficava na região Byhaugen e íamos de ônibus ao centro da cidade.


Caso você prefira ficar em hotéis, há muitas opções em Stavanger: o Radisson Blue Atlantic Hotel é uma escolha sem erro, e é dali em frente que partem os ônibus para o trekking de Preikestolen. Outras opões são o Thon Hotel Stavanger e o clássico Hotel Victoria, em um edifício que data do início dos anos 1900.


No início da trilha, há o Preikestolen BaseCamp, com algumas opções de hospedagem, incluindo hotel e cabanas.


Confira a disponibilidade dos hotéis e tarifas aqui:


trilha para Preikestolen, Pedra do Púlpito, Pulpit Rock, Noruega
Parada para descanso já na parte alta da trilha, que é relativamente plana e com vegetação baixa


Como chegar em Preikestolen


Há pelo menos 2 formas de se chegar no iníco da trilha da Pedra do Púlpito:


1 - Com carro particular: as estradas na Noruega são ótimas, mas são estradas com muitas curvas e grande parte é de pista única.


Atenção: até há algum tempo, era necessário pegar um ferry de Stavanger à Tau e de lá seguir em ônibus (ou carro), mas em dezembro de 2019 foi inaugurado o Ryfylke Tunnel (pedagiado, o maior túnel suboceânico do mundo e um dos maiores tuneis da Noruega), facilitando muito a viagem e reduzindo o tempo. Estime cerca de 40 a 50 minutos para cobrir os 38 km de distância.


Há dois estacionamentos próximos ao início da trilha, mas no verão dependendo do horário que você chegar pode ser difícil achar vaga.


2 - De ônibus "fretado": Há duas empresas que fazem o trajeto Stavanger - Preikestolen: Pulpit Rock Tours and Go Fjords.


Os tickets devem que ser comprados pelo site com antecedência. Nesse link tem os horários de partida da Pulpit Rock Tours e aqui os da GoFjords.


Atenção: isso não é um tour guiado, essas empresas fornecem apenas o transporte de ida e volta, e só operam uma parte do ano.


Fomos com a GoFjords. O ônibus saiu de Stavanger, em frente ao Hotel Radisson Blu (bem no centro da cidade, próximo a estação central) as 10am, chegou no início da trilha as 11hs e partiu rumo à Stavanger as 16hs. Isso te dá 5 horas para fazer o trajeto completo. Na volta, o ônibus é absolutamente pontual.


(1) Na placa está escrito: Preikestolen, A trilha para a Pedra do Púlpito foi melhorada por sherpas do Nepal duante as temporadas de 2012-2014 (tradução livre); (2) placa no início da trilha com mapa; (3) mapa disponível no site oficial da Preikestolen



Quanto custa a trilha de Preikestolen


Nada! Fazer a trilha de Preikestolen é grátis! (um alívio em um país tão caro de viajar como a Noruega).


Mas para chegar no início da trilha você vai desembolsar, aproximadamente:


- Se você for de carro:

pedágio do Ryfylke Tunnel (caso esteja em Stavanger) = $140 NOK

Estacionamento = $ 250 NOK

+ custo do combustível e aluguel do carro

- Se você for de ônibus de Stavanger:

GoFjords = $450 NOK por adulto; $230 NOK por criança

Pulpit Rock Tours = $399 NOKpor adulto; $263 NOK por criança (há diversas categorias de tickets, verifique no site)

(preços pesquisados em março/2023, US$1.00 = $10.42NOK)

Cenas da trilha para Preikestolen. A segunda foto é de um mirante logo no início da trilha.


A trilha até a Pedra do Púlpito


São 8 km de trilha ida e volta (4km cada sentido), com 330 m de desnível.


A trilha é muito bem demarcada, com marcas no formato da letra T em vermelho. Quando fomos tinha tanta gente que não havia condição alguma de nos perdermos.


Não é necessário acompanhamento por guia.


Diz-se que é uma trilha de moderada dificuldade. Alguns poucos trechos são planos sobre passarelas de madeira, mas a maior parte do trajeto é subida (na ida) sobre pavimento de pedras irregulares. Os últimos metros são em pedra relativamente plana, um platô no alto do fiorde.


A maior parte do percurso é em área de mata com bastante sombra. Na parte final a vegetação, quando existente, é baixa e não há nenhuma sombra.


Com exceção de um pequeno mirante logo no início da trilha com vista para o lago ao lado do BaseCamp, não há vistas ao longo do percurso, mas a trilha é linda e muito agradável.


Dá para ter uma ideia da quantidade de pessoas ao longo da trilha



No dia em que fomos (último sábado de julho), a trilha estava lotada. Era muita gente. Em alguns trechos, chegava a ser patética a quantidade de pessoas que se apertavam por aqueles degraus de pedra. Imagino que em outras épocas do ano (ou mesmo em outros dias da semana), possa ser mais tranquilo, porém se você for em algum fim de semana do verão, prepare-se para as multidões.


Outra forma de evitar as multidões é chegar bem cedo, ou começar a trilha mais tarde, já que o pessoal que vai com os tours costuma fazer a trilha das 11 as 16hs. Imagino que chegando lá as 7am, ou começando a trilha as 15hs, você dividirá a Pulpit Rock com uma ínfima fração dos nossos companheiros de foto. Mas preste atenção para os horários limites para início da trilha (tabela numa foto anterior): em julho não é recomendado começar a trilha depois das 17h30 e em agosto 16h30.


É proibido usar drones na Pulpit Rock, então nem se dê ao trabalho de trazer esse peso extra na mochila ;-).


trecho final da trilha para Preikestolen, Pedra do Púlpito, Pulpit Rock
Últimos metros da trilha para Preikestolen, já com a vista do Lysenfjord


Dá para fazer a trilha de Preikestolen com crianças?


SIM, a trilha de Preikestolen é liberada para crianças de qualquer idade.


Minhas filhas tinham 9 e 11 anos e alguma experiência anterior em trekking, como as trilhas curtas que fizemos no Parque Tayrona, Colômbia; no Rocky Mountain National Park, Colorado, EUA e na Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso.


Ambas foram super bem na trilha, obviamente com alguma reclamação, principalmente nos trechos mais longos em subida, mas não tiveram nenhuma dificuldade. Foi a trilha mais longa e com maior desnível que já fizeram.


Vimos crianças bem menores fazendo a trilha tranquilamente, e além disso bastante gente com cachorros de todos os portes.


Dito isso, tenha em mente que não há nenhum tipo de grade, gradil, corda ou proteção ao longo da trilha (com exceção de um trecho de poucos metros quase no final), nem no alto da Preikestolen. É tudo por sua conta e risco.


Tem muita gente (doida) que senta na beirada do precipício e fica balançando as perninhas. Acho completamente desnecessário e idiota, mas cada um é cada um. Segundo os dados do site oficial, 300 mil pessoas visitam anualmente o lugar e há registro de apenas 1 incidente com morte, em 2013.


Eu, que não sou boba não, mantive uma boa distância e não deixei minhas filhas chegarem muito perto.


Trilha para Preikestolen, Pedra do Pulpito , com crianças

Quem é que falou que não deixou as crianças chegarem perto do penhasco???? Essa foto foi alguns metros antes de chegar na Preikestolen, e apesar do ângulo dar a impressão que ela estava na beira do penhasco, havia um outro platô alguns centímetros abaixo de onde ela estava.


Não acho que seja perigoso, mas é importante você ficar de olho nas suas crianças. Cada um conhece seus filhos e sabe como se comportariam em uma situação dessas. Mantendo uma distância da beira do precipício, não vejo porque possa ser arriscado.


Fila para tirar foto na Preikestolen - Pulpit Rock, Noruega
Quanto do seu tempo vale uma "foto instragramável"? (a fila continuava bastante para atrás do ponto onde tirei a foto)


Outra coisa surreal: forma-se uma fila monstro para ficar lá na pontinha do canto da pedra e tirar uma foto "instagramável". Me parece absolutamente desnecessário. Você já está ali, no lugar mais lindo com a vista mais estonteante que há, com possibilidade de fotos em tudo que é ângulo, mas não se contenta com isso e quer a foto ali na pontinha???


Preikestolen - Pulpit Rock, Noruega
Quanto tempo será que a pessoa ficou na fila para essa foto?


Muito mais legal é a foto que mostra a fila e a pessoa toda se achando lá na ponta 😂


Costuma ventar bastante no alto da Pedra do Púlpito. Tinha bastante vento quando fomos, mas não achei algo extremamente fora do normal. Mas também preste atenção nisso, pois vai que justo no dia que você for os ventos estão desvairados.


Se você pretende fazer a trilha com crianças, acho que é importante ter em mente dois fatores: (1) você conhece suas crianças e pode ter uma ideia sobre como elas se sairiam em uma trilha de 8km, a maior parte em subida/descida com degraus irregulares em pedra; (2) se você tiver ido com o ônibus fretado, há limitação de tempo – 5 horas incluindo subir, apreciar a vista e voltar – então é importante avaliar se esse tempo será suficiente. E, claro, mais um fator que é considerar se suas crianças seriam loucas ativas o suficiente para se aproximar de forma perigosa do penhasco.


OBS: a Pulpit Rock Tours parece ter um sistema de horários mais flexível que a GoFjord, com um último ônibus saindo as 18h15. Mas é importante checar esses pontos com antecedência, para evitar supresas.


Para nós o tempo foi justo. Levamos 4 horas e 30 minutos no total, sendo que não enrolamos muito lá no alto da Pulpit Rock. Foram 2h10 horas para subir, uns 50 minutos lá, e 1h30 para descer. Poderíamos ter ficado mais tempo lá em cima, mas eu estava preocupada com o horário e quis deixar tempo para descer com calma, pois, por incrível que pareça, eu sou muito pior para descer que para subir.



Preikestolen, Pedra do Pulpito, Pulpit Rock, Noruega


O que levar para a trilha de Preikestolen


No início da trilha, no BaseCamp, bem perto do estacionamento dos ônibus, há uma lojinha, lanchonete e banheiro. Nem preciso dizer que os preços nessa lanchonete são ainda mais altos do que os (já altos) da Noruega em geral.


Na trilha em si não há nada, nem no alto da Pulpit Rock. Não há banheiros, não há lojinhas, não há barraquinhas.


Então, recomendo levar água e lanche, principalmente se você estiver fazendo a trilha com crianças. Ao longo da trilha há alguns pontos com água potável, que dá para reabastecer as garrafinhas - pode pegar água tranquilo, todo mundo pega, nós pegamos e bebemos e deu tudo certo.


Fizemos as compras para nosso lanche no dia anterior, no SPAR Torget, que fica bem próximo ao local de partida do ônibus em Stavanger.


Outra recomendação: vá com calçados apropriados, ou seja, tênis ou bota específico para trekking. Não rola fazer a trilha de chinelos, tênis de corrida ou botas casuais; o terreno é muito irregular, o percurso é longo e pode estar escorregadio por causa da neve ou chuva.


Curtiu? Ainda tem dúvidas? Deixe seu comentário e nos siga nas redes sociais:


Instagram @danae_explore

Pinterest @danaeexplore


Para saber mais sobre Preikestolen e a Noruega


- Pulpit Rock Tours (ônibus turístico para Preikestolen)

- GoFjords (ônibus turístico para Preikestolen)


E agora, depois desse monte de dicas show, salva esse pin na sua conta do Pinterest, assim você vai encontrar esse post que te explica como fazer a trilha de Preikestolen (com ou sem crianças) na Noruega sempre que precisar!

Preikestolen com (ou sem) crianças - tudo sobre a trilha mais linda da Noruega

Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page