top of page
  • Foto do escritorDanae Bianco

O que fazer na Noruega em 12 dias - e sugestões de roteiro para 7, 10, 15 ou 20 dias

Atualizado: 8 de jul.

Noruega, um país que parece ter saído diretamente de um conto de fadas com suas paisagens deslumbrantes, fiordes majestosos e cultura rica, era um destino que estava há anos na minha wishlist, e que depois de ter conhecido, fico sonhando em um dia voltar a experimentar aquelas incríveis paisagens.


Localizada na península escandinava, com a costa recortada por inúmeros fiordes, a Noruega faz fronteira com a Suécia, Finlândia e Rússia, e é um destino obrigatório em qualquer viagem pela região.


Tínhamos apenas 12 dias para visitar este país absolutamente incrível, então tivemos que dar um jeito de aproveitar ao máximo cada minuto por lá - depois de muita pesquisa, aqui compartilho o roteiro que fizemos (e mais adiante o que teríamos feito se tivéssemos mais dias disponíveis, ou menos dias)


Naerofjrod, Gundvangen, Noruega
Naerofjord, próximo a Gudvangen
 

Roteiro e o que fazer na Noruega em 7, 10, 12, 15 ou 20 dias:

 

Mas, antes de mais nada, a pergunta que não quer calar:



Para quem está planejando uma viagem, é importante saber que a Noruega é um país caro de viver e de visitar. A Noruega foi um dos destinos mais caros - se não o mais caro, que visitamos nos últimos anos, mais caro que Japão, Estados Unidos e Espanha, por exemplo.


Mas a beleza de suas paisagens compensa cada centavo investido. E quando você vai embora, você pensa: podia ter economizado mais e ficado um dia a mais aqui!


Com estratégias simples e um planejamento adequado, é possível reduzir o custo da viagem e ainda assim aproveitar ao máximo tudo que a Noruega tem a oferecer.


Geiranger Fiorde, Noruega, em dia encoberto. É possível ver cachoeiras ao longo do fiorde.  Foi a terceira parada em nosso roteiro pela Noruega
Geiranger Fjord

Nosso roteiro, com o que há de melhor para fazer na Noruega em 12 dias:


Tínhamos apenas 12 dias para visitar este país absolutamente incrível, então tivemos que dar um jeito de aproveitar ao máximo cada minuto por lá - depois de muita pesquisa, foi isso que decidimos fazer, e posso dizer que foi perfeito:


1️⃣ Chegada em Oslo : nosso voo, vindo de Londres, pousou a tarde, conseguimos aproveitar a noite - ainda clara, na cidade.


2️⃣ Oslo


3️⃣ Ida a Voss de trem, aluguel do carro e fim de tarde no nosso Airbnb em Oppheim/Voss


4️⃣ Flåm: passeio de barco pelo Naerofjord e Aurlandsfjord pela manhã; a tarde passeio de trem na Flamsbana, de Flåm à Myrdal e volta de bike (alugada no Café Rallaren)


5️⃣  Flåm: Passeio de caiaque no Aurlandsfjord, almoço em Gudvangen, a tarde Viking Valley  (em Gudvangen, passeio recomendado para crianças) e Mirante do Stalheim Hotel - a lista incluía também ir a Undredal e visitar o Aurland Shoe Shop, mas preferimos passar no Aegir Brew Pub para uma cervejinha e rumar para o Airbnb para descansar e curtir a paisagem


6️⃣  Flåm: Mirante Stegastein e pegar a estrada rumo a Geirangerfjord, com diversas paradas ao longo do caminho - recomendo deixar de lado a comodidade do Laerdal Tunnel (o mais longo tunel europeu) e curtir com calma as curvas da linda Gamle Aurlandsvegen, a antiga estrada, uma das scenic drives da Noruega. Sim, vai aumentar muito seu tempo de viagem, mas te garanto que é incrívelmente linda.


7️⃣ Geirangerfjord: dizem ser o fjord mais lindo da Noruega - não posso confirmar isso pois não vi todos, mas seguramente é um dos cenários mais impressionantes que já vi.


8️⃣ Voltar de carro para Voss, devolver o carro alugado e continuar, de trem, para Bergen


9️⃣ Bergen: curtir a cidade, o bairro histórico charmosíssimo Bryggen, a Bergenhus Fortress, pegar o funicular até Floyen, visitar os museus da cidade, os cafés, enfim, aproveitar essa que é a cidade que reune o melhor da Noruega


🔟Bergen pela manhã, ida a Stavanger a tarde (fomos de ônibus, pois pelo que eu pesquisei, não há linha de trem direta entre as duas cidades).



1️⃣2️⃣ Stavanger


1️⃣3️⃣ Voo de volta a casa, nosso voo partiu as 6:00 da manhã, para Frankfurt. Passamos o dia em Frankfurt e a noite pegamos o voo de volta ao Brasil.


(ok, no total foram 13 dias de viagem, mas esse último nem conta como Noruega, né?)


Se você tiver mais tempo para ficar na Noruega, ou precisar fazer sua viagem mais rápida, no final do post comento o que eu mais gostei, o que deixaria de lado, e o que eu incluiría se pudesse ficar alguns dias a mais.


Undredal village, Aurlandsfjord
Undredal, vista do Aurlandsfjord

Como se locomover na Noruega


Chegamos de avião em Oslo, vindo de Londres, e pegamos o trem do aeroporto para a Estação Central de Oslo, a poucos quarteirões do nosso hotel.


De Oslo para Voss/Flåm fomos de trem (o visual dessa viagem é simplesmente maravilhoso); Alugamos um carro em Voss para explorar a região de Flåm.


Alguns dias depois, dirigimos até Geiranger, uma das estradas cênicas da Noruega. Recomendo fazer esse dia de viagem com calma, aproveitando todas as paradas do caminho. No mapa, são cerca de 300km de distância mas, acredite em mim, levará um dia inteiro.


Passamos um dia em Geiranger e no dia seguinte voltamos também dirigindo para Voss. Nesse dia, voltamos por outro trajeto e fizemos menos paradas no caminho, salvo engano levamos cerca de 6 horas para completar o percurso. Tanto na ida quanto na volta foi necessário pegar uma balsa.


Estava previsto irmos de Voss a Bergen de trem, mas naquela semana a linha de trem estava interrompida para manutenção, então a empresa de trem nos alocou em um ônibus.


De Bergen a Stavanger, a melhor maneira é de ônibus (não há linhas diretas de trem entre as duas cidades) - há 2 balsas no caminho.


Voamos de Stavanger direto para Frankfurt, onde pegamos a conexão para o voo de volta ao Brasil, pela Lufthansa.




Onde se hospedar na Noruega


Estávamos viajando em 7 pessoas: 3 adultos e 4 crianças, com idades entre 8 e 11 anos. Priorizamos hospedagem com espaço para as crianças e privacidade para os adultos.


Exceto em Oslo, nos demais lugares ficamos em casas, alugadas pelo Airbnb ou Booking. Gostei muito de todos os locais em que nos hospedamos, e como tinhamos sempre uma cozinha a nossa disposição, conseguimos segurar um pouco os gastos com alimentação, já que fazíamos o café da manhã em casa, e quase todos os jantares.



Onde ficar em Oslo:


Você já deve ter ouvido falar - e eu estou aqui para repetir - que a Noruega é um país caro para visitar, e que Oslo é sua cidade mais cara, então prepare os bolsos.


A melhor hospedagem no quesito custo-benefício que encontrei foi o Citybox Oslo, um hotel minimalista self-service, com excelente localização, muito próximo à estação central da cidade. Pegamos um quarto família, com uma cama de casal e um beliche.




Onde ficar em Flåm:


Minha intenção era nos hospedarmos na cidadezinha de Flåm, mas quando fui fazer as reservas, todos os hotéis e pousadas da cidade que cabiam em nosso orçamento (e até os que não cabima) já estavam lotados.


Então, já fica a dica: reserve sua hospedagem em Flåm o quanto antes! Minhas opções principais eram o Fretheim Hotel, o Flam Hostel ou o incrível Flamsbrygga Hotel.


Acabamos conseguindo um Airbnb na localidade chamada Oppheim, a cerca de 40km de Flåm (com um tunel de 16km no caminho), uma casa muito confortável, a beira do Lago Oppheimsvatnet. Essa cidade é próxima a Voss, que por sua vez é conhecida como uma das melhores regiões do país para esportes radicais e de aventura, e ótima para atividades de inverno.


Geiranger Fjord, o mais imponente da Noruega, em um dia de verão encoberto. Há diversas cachoeiras que descem do fiorde, foto tirada durante passeio de barco pelo fiorde. Noruega
Fioder de Geiranger


Onde ficar em Geiranger:


Nem preciso dizer que eu queria mesmo é ficar num hotel com vistas para o Geirangerfjord, como Grande Fjord Hotel ou o Hotel Union Geiranger Bed & Spa.


Queria lhe dizer que não fiquei nesses hotéis porque estavam lotados, mas foi por não caber no nosso orçamento mesmo. Os hotéis mais budget friendly, como o Havila Hotel Geiranger, esses sim estavam lotados, então ficamos em uma casa charmosíssima em Stranda: um chalé em madeira, muito confortável, com uma jacuzzi na varanda, e uma ótima vista. No inverno, há estrutura de ski (o sky-lift passa a poucos metros do chalé).




Onde ficar em Bergen:


Ficamos numa casa em Bryggen, o bairro histórico de Bergen, com suas ruelas estreitas e casas de madeira. A casa era, como esperado, antiga, com muito charme e história - e pecava um pouco na limpeza. Pode não ter sido a mais impecável, mas foi a hospedagem mais autêntica.

Se preferir um hotel, o Radisson Blu Royal é muito bem localizado, também na região de Bryggen, e sempre uma ótima escolha. Uma opção mais charmosa é o Thon Hotel Rosenkrantz Bergen e o Klosterhagen Hotel , que parece ter um ótimo custo-benefício.

Preikestolen, ou Pedra do Púlpito, vista de longe, com diversas pessoas em seu topo, em um dia de verão com céu azul. Stavanger, Noruega
Preikestolen, a Pedra do Púlpito

Onde ficar em Stavanger:


Em Stavanger, mais uma vez optamos por uma casa. Escolhemos uma num bairro afastado, tínhamos que ir de ônibus ao centro da cidade! Tudo super tranquilo e civilizado, ônibus no horário programado, como não poderia ser diferente.


No centro, o principal hotel é o Radisson Blue Atlantic Hotel - inclusive, é dali em frente que partem os ônibus para o trekking de Preikestolen. Outras opões são o Thon Hotel Stavanger e o clássico Hotel Victoria, em um edifício que data do início dos anos 1900.

Mapa detalhado


No mapa abaixo você pode ver detalhes de tudo o que fizemos, onde ficamos e os melhores lugares que fomos. Existem diferentes camadas, com cores diferentes, uma para cada área que visitamos. A linha azul é a rota que percorremos de carro.


Aproveita e salva o mapa na sua conta do Google, quando você for por planejar sua próxima viagem à Noruega já sabe por onde começar ;-) Tem um post no blog que explico como planejar uma viagem usando o Google MyMaps, confira!





Roteiro na Noruega para 15 dias


Eu adoraria ter tido mais alguns dias (talvez semanas?) para conhecer a Noruega.


Roteiro para 15 dias na Noruega: eu faria exatamente o que fizemos, com os seguintes acréscimos:


  • Depois de Geiranger, iria até Alesund. De lá, poderia voltar de carro a Voss (como fizemos, são apenas 60 km a mais), ou devolver o carro em Alesund e seguir de avião a Bergen (o que certamente encareceria a viagem, mas é certamente mais prático)


  • Ficaria um dia a mais em Stavanger, para fazer a trilha da Pedra de Kjerag - aquela foto famosa, da pequena pedra presa entre dois fiordes gigantescos!


  • Se tiver pique, reserve 2 dias para fazer a trilha da Trolltunga, podendo usar Bergen como ponto de partida (o início da trilha fica a 150km de ergen, numa localidade chamada Odda)

(não reparem que minha proposta de roteiro de 15 dias já está com 16 😂)


Enfim, para 15 dias, recomendo fazer TUDO o que fizemos e incluir mais algumas dessas atividades, ou mesmo um dia extra em Oslo ou em Bergen, se você curtir explorar as cidades e seus museus com mais vagar.




Roteiro na Noruega para 20 dias


Com uma semana a mais na Noruega, eu certamente teria ido às Ilhas Lofoten.


É possível dirigir até lá - deve ser uma viagem lindíssima, mas são 1.300 km a partir de Geiranger, o ponto mais ao norte do nosso roteiro, ou 1230 km de Alesund.


A forma mais prática de se chegar em Lofoten é de avião, para Leknes ou Bodo); há voos de Oslo, Bergen e Stavanger


Se tivéssemos menos tempo...


Teria sido muito difícil escolher um desses lugares para deixar de lado...


Acho que tudo depende dos seus interesses: você é uma pessoa que ama cultura, arte e museus? Então Oslo e Bergen devem estar no seu roteiro; talvez você possa pular Stavanger e até mesmo Geiranger.


Você é um amante da natureza e não perde uma oprtunidade de adrenalina? Então você poderia deixar Olso de lado, e mesmo Bergen.


Agora, você quer ter um gostinho de tudo que o país tem a oferecer e tem ainda menos tempo do que nós tivemos? Então escolha apenas na área do fiorde para visitar: Flam ou Geiranger. Ambas são realmente lindas e têm atividades semelhantes para oferecer - mas só em Flam você pode fazer o passeio de trem e o de bicicleta, que, na minha opinião, foram incríveis e imperdíveis.


O tempo tá curto mesmo? Deixe Flam de lado e faça o passeio Norway in a Nutshell, que vai a Flam num bate-e-volta a partir de Bergen.


A seguir minhas sugestões de roteiros para quem tem menos tempo na Noruega:


Roteiro na Noruega para 10 dias

1️⃣ Oslo

2️⃣ Oslo

3️⃣ Ida a Flam de trem

4️⃣ Flam

5️⃣ Flam

6️⃣ ida a Bergen

7️⃣ Bergen

8️⃣ Bergen pela manhã, ida a Stavanger a tarde

9️⃣ Preikestolen

🔟 Stavanger





Roteiro na Noruega para 7 dias

1️⃣ Oslo

2️⃣ Oslo

3️⃣ Ida a Bergen de trem

4️⃣ Bergen

6️⃣ Stavanger

7️⃣ Preikestolen




Outros posts sobre viagens na Europa

 

Curtiu essas dicas? Então segue a gente:

Instagram @danae_explore 

Pinterest @danaeexplore 


Comentários ou dúvidas? Deixe seu comentário e nos siga nas redes sociais



ANTES DE IR EMBORA, SALVE ESSE PIN NA SUA CONTA DO PINTEREST para ficar fácil encontrar este post com o que fazer na Noruega, roteiros para 7, 10, 15 e 20 dias, sempre que você precisar!

O melhor da Noruega em 12 dias

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page