top of page
  • Foto do escritorDanae Bianco

Como viajar só com mala de mão

Atualizado: 1 de fev.

Um guia prático para fazer malas mais leves


Muita gente fica impressionada quando comento que passei três semanas no Sudeste Asiático só com uma mala de mão, ou que ficamos um mês no Japão, em 4 pessoas, com 3 malas de mão. Sim, aquelas malas de mão de até 10kg, que você leva na cabine do avião.


Sempre fui adepta de viajar leve, mas, como tudo na vida, com o tempo ganhamos experiência e evoluímos.


Então bora lá, aqui separei algumas dicas objetivas e rápidas para te ajudar a aprender como viajar só com mala de mão, de forma leve e dizer, de uma vez por todas, adeus a todos os perrengues associados a malas gigantes, pesadas, caras e potencialmente extraviadas.



Como viajar só com mala de mão?


1 - Pesquise o destino


A primeira coisa a fazer é pesquisar o destino: clima e temperatura na época que você irá.

Frio? Calor? Chuva? Tempo seco? Vento? Quanto de frio e quanto de calor?


Pense nas atividades que você irá fazer: passeios urbanos, restaurante sofisticados, trilha, praia, montanha, parques temáticos, museus, esportes radicais, esqui... Ficará muito tempo ao ar livre? Irá a um evento social (casamento, festa etc.)?


Pesquisa se há algum código de vestimenta específico no destino. Por exemplo: nos templos no Sudeste Asiático é necessário usar roupa que cubra ombros e joelhos, que não seja justa nem transparente; em diversos países islâmicos é necessário usar véu (hijab) e por aí vai.


Enfim, pesquise!


Com isso você terá uma ideia de que tipo de roupa precisará levar.


2 - Faça uma lista de tudo que precisará levar


Sabendo que tipo de roupa você precisa levar, é hora de fazer uma LISTA de peças.


Liste todas as peças e a quantidade de cada uma, considerando a duração da viagem e as atividades que você irá realizar.


Eu normalmente levo roupa suficiente para 8 dias de viagem e vou lavando no decorrer da viagem.



Lavar roupa durante a viagem?


Sim, lavar roupa na viagem não é perrengue, é a solução!


Hoje em dia, com raríssimas exceções, é fácil, rápido e barato ter suas roupas limpas e cheirosas em qualquer lugar do mundo. Pesquise e informe-se antes de partir.


Eu me programo para, ao menos um dia a cada semana, estar numa hospedagem que tenha máquina de lavar e secar a disposição dos hóspedes. Em Airbnb máquinas lava-e-seca são um item cada vez mais fácil de encontrar (já coloque no filtro ao fazer a pesquisa) e muitos hotéis (especialmente nos EUA, Canadá e Japão) têm "coin laundry" nas áreas comuns - são lavanderias com diversas máquinas self-service, que funcionam com moedas e custam baratinho, algo entre US$1-3 por ciclo. Já fiquei em hotéis no Japão que tinham máquina de lavar roupa no quarto!


Tela de pesquisa Airbnb com filtro para máquina de lavar roupas
Filtros Airbnb


O Booking também permite esses filtros, confira:




Aqui a lista do que levei em 3 viagens, para destinos completamente diferentes, duração diversa e temperaturas variadas. Tem lista de inverno, de viagem urbana no verão e de viagem de praia no verão.




3 - Escolha uma paleta de cores e roupas versáteis


A parte mais importante: definir uma paleta de cores e escolher peças que combinem entre si! Itens versáteis, que você goste e que possam ser usados uns com os outros.


Todas as partes de cima tem que combinar com todas as partes de baixo. As jaquetas/casacos devem combinar com todas as combinações de partes de baixo e de cima. Se for necessário, as blusas de frio devem ser compatíveis para ser usadas todas juntas, em camadas, uma por cima da outra.

Para facilitar, o ideal é ter um conjunto de cores - 2 base e 1 ou 2 coloridas - e escolher peças dentro dessas cores, pois aí não vai ter erro no mix & match das peças.


Por exemplo, eu costumo sempre apostar no preto + branco/off-white (cores base) + jeans + uma cor mais forte. Minha paleta de cores fica mais ou menos assim:


Exemplo de paleta de cores para montar looks da viagem
exemplo de paleta de cores

Dica bônus:


Escolha peças fáceis de lavar, que possam secar na secadora, não precisem passar e, se possível, que não sejam volumosas (especialmente se for uma viagem para destino frio!)


E, sempre, as peças mais volumosas vão no corpo!






4 - Limite os calçados


3 pares.


Exatamente: 3 pares, incluindo o chinelo. O maior deles vai no pé.


Se você escolher bem, em viagens de férias, dificilmente serão necessários mais de três pares de sapato. Sapatos costumam ser o item mais volumoso da mala, então nesse departamento, tudo que você conseguir economizar é altamente recompensado ;-)


Leve sempre sapatos que você já está acostumado - se for necessário, use por alguns dias antes de viajar, para evitar supresas, bolhas e descoforto.


roupas separadas para uma viagem de férias no inverno


5- Itens de higiene & skin care


Esse foi por muito tempo meu calcanhar de aquiles na hora de montar a mala. Lembro de ter despachado malas só por causa dos itens de toallete.


Mas chega uma hora que a necessidade se alia à experiência e vc se torna uma expert no tema 🤣 🤣 🤣


Brincadeiras à parte, essa parte da bagagen pode levar por água abaixo sua pretensão de viajar só com mala de mão. Então muita atenção: no departamento de cremes, líquidos e correlatos, o que posso dizer é


REDUZA


Reduza volumes

Reduza quantidades

Reduza necessidades


  • coloque tudo em embalagens de 100ml. Shampoo, condicionador, creme para pentear, hidratante, protetor solar, repelente, enfim, tudo! Se não encontrar o produto para comprar em embalagens desse tamanho, transfira dos fracos maiores para recipientes menores. Sempre que me deparo com algo em uma embalagem menor que 100ml, ao acabar de usar deixo a embalagem limpa e pronta para ser usada na próxima viagem (o que é ótimo para o bolso e o meio ambiente), mas se precisar é fácil comprar esses potes de 100ml em lojas de quinquilharias ou pela internet.

  • Se algo acabar durante a viagem, é fácil repor. Há mercados e lojas de conveniência em todos os lugares do mundo. Ainda que o preço seja um pouco mais salgado do que do mercado da sua cidade, certamente esse "sobrepreço" será barato face a tranquilidade que viajar leve proporciona. Normalmente, comprar esse tipo de item no destino costuma ser um custo irrelevante da viagem, acredite.

  • Peça para sua dermatologista (ou procure na internet) alternativas para skin care minimalistas, para usar durante o período da viagem. Se em casa eu uso 4 ou 5 produtos diferentes, nas viagens são apenas 2. O importante mesmo é o protetor solar, que tem à venda em qualquer lugar do mundo.

  • Secador de cabelo, chapinha, babyliss e correlatos: nem preciso dizer, né, ficam todos em casa e nos viramos com os que encontramos nas hospedagens.





6 - Medicamentos


Ninguém gosta de ficar doente em viagem - nem preciso falar da importância do seguro viagem, né?


Mas como pequenas indisposições e acidentes acontecem, costumo sempre levar uma pequena necessaire com medicamentos simples:


  • analgésicos e anti-térmicos (costumava levar termômetro quando as crianças eram pequenas, mas agora não levo mais)

  • kit mal estar gástrico

  • picadas de insetos

  • arranhões e contusões

  • outras necessidades específicas, dependendo do destino e da situação especial de cada viajante


A ideia aqui é levar o mínimo necessário, o suficiente para uns 3-4 dias de perrengue. Se o item for usado durante a viagem, dá tempo de procurar reposição no destino. O fato é que, ao longo das diversas viagens nos últimos anos, nenhuma vez precisamos repor esse tipo de item ao longo da viagem.


Além disso, levamos os medicamentos de uso diário para todos os dias da viagem. Normalmente, separamos em embalagens mais compactas, deixando as cartelas volumosas em casa (provavelmente isso não é muito recomendado pelos médicos e farmacêuticos, mas faço mesmo assim rsss)


A organização dos medicamentos na mala é importante: em uma necessaire vão os medicamentos de uso diário (SEMPRE na mala de mão, para evitar extravios), e em outra necessaire vão os medicamentos de uso emergencial - essa necessaire, se tudo der certo, entra e sai da mala intocada.




7- Escolha da mala


Tão importante quanto pensar no que vai dentro da mala, é importante pensar em qual mala irá acomodar tudo isso.


Você pode estar acostumado a usar sempre mochilão, ou mala de rodinhas, ou bolsa tipo sacola (duffel-bag), e isso é um fator a ser levado em consideração, mas é importante pensar antes de fazer essa escolha.


Vai rolar trilha e acampamento? Pousadas rústicas em local com difícil acesso? Pousadas charmosas no centro antigo de cidades históricas (alô vilarejos da Europa!)? Muitos lances de escada a subir? Entra e sai de metrô e ônibus todo dia com a mala a reboque? Em qualquer dessas situações, opte pelo mochilão.


Road trip? Viagem urbana com pouca locomoção com malas? Uma duffel-bag pode ser ótima; malas de rodinhas também.


Vai ficar em hotéis diversos, pegar trem, metrô, avião, mas sempre andando em calçadas civilizadas, escada rolante e elevador? Mala de rodinhas!


Não há certo ou errado, mas pense no que mais se ajusta ao destino e que irá te deixar mais confortável.


Nos aviões, o tamanho limite para malas de bordo é 55 cm X 35 cm x 25 cm, incluindo rodinhas, alças, bolsos externos e tudo mais. Essas medidas valem para qualquer tipo de bagagem: mala de rodinhas, mochilão, duffel-bag.


Esse é o tamanho usualmente aceito nas companhias aéreas, mas antes de fazer as malas certifique-se: há situações em que os tamanhos são menores, especialmente em cias low-cost e voos regionais em aeronaves pequenas. O que vale é o tamanho especificado em seu ticket.



8 - Atenção ao peso


Se o tamanho da mala de bordo é padronizado, o peso já varia bastante: 10kg costuma ser usual, porém muitas companhias adotam limites menores, como 7kg ou 8kg.


Muitas vezes, dentro da mesma companhia aérea, alguns voos tem um limite e outros voos um limite diverso - isso pode variar de acordo com o modelo da aeronave também.


O importante é verificar o seu ticket e, na dúvida, entrar em contato com a companhia aérea para confirmar.



9 - Organizar tudo dentro da mala


Depois que você fez a lista e separou TODAS as peças, é hora de organizá-las na mala.


Nada de começar a colocar as coisas na mala enquanto ainda está pensando no que levar e separando as peças. Tenha tudo separado, limpo e dobrado ANTES de começar a colocar as coisas na mala. Assim será muito mais fácil organizar tudo e deixar tudo com acesso fácil durante a viagem.


Organizadores de mala podem ser um aliados neste momento. Eu gosto de usá-los quando viajo com o mochilão, ou quando mais de uma pessoa divide a mesma mala.


Coloco os itens na mala separados por categorias, pois fica mais fácil para localizar as peças. Calças num canto, shorts no outro, blusas ali, calcinhas num saquinho, meias em outro e assim por diante.


itens que vão na mochila de mão
na mochila de mão

10 - Bolsa de mão


Além da mala de bordo, nas viagens aéreas é possível levar um "item pessoal", de tamanho menor, que fica em baixo do assento ou no colo. Pense como sendo a sua bolsa ou mochila tipo escolar.


Eu normalmente levo uma mochila, tamanho normal (20 litros), com:

  • celular

  • carteira e documentos

  • óculos de sol

  • computador

  • adaptadores de tomada

  • carregador de celular

  • máquina fotográfica

  • fones de ouvido

  • tapa-olho (essencial para voos noturnos)

  • para voos longos, necessaire itens de higiene que precisarei no voo: escova de dentes, escova de cabelo, hidratante, medicamento para dor de cabeça etc.

  • kit maquiagem

  • garrafinha de água reutilizável (sim, pode passar no raio-x com a garrafinha vazia)

  • livros e caneta


trator leva reboque com malas de mão por praia na maré alta
Nossas malas de trator pelas praias da Tailândia




11- E partiu aproveitar a viagem


Agora é só aproveitar a viagem, de forma leve e prática. Curtir tudo que você tem direito.


Arrumar malas é uma arte que vamos aprimorando ao longo do tempo. Por tentativa e erro, incorporando umas dicas aqui outras ali, vamos descobrindo a forma que funciona para nós, que é diferente da que funciona para outras pessoas.


Não há uma receita mágica, uma fórmula pré-definida.


Algumas das estratégias que eu uso podem ser interessantes, outras você certamente pode achar coisa de gente doida (kkk), mas se você chegou até aqui na leitura acho que deve ter se interessado, um pouco que seja, e se tiver aplicado ou adaptado algo do que falei, me conta que vou adorar saber!

Essas dicas valem para qualquer tipo de viagem, seja aérea, seja de carro, de trem, navio, ônibus ou tuk-tuk. Pois viajar leve é mais que não passar perrengue em aeroporto e pagar menos na passagem aérea, é um estilo de viver e viajar, leve e disposto a apreciar as novidades que a aventura lhe brindar!


O que você acrescentaria? Me conta nos comentários, aqui ou no nosso instagram, vou adorar aprender!


Curtiu essas dicas de como viajar só com mala de mão?

Então segue a gente:

Instagram @danae_explore 

Pinterest @danaeexplore 


ANTES DE IR EMBORA, SALVE ESSE PIN NA SUA CONTA DO PINTEREST para ficar fácil encontrar este passo-a-passo para aprender como viajar só com mala de mão sempre que você precisar!



pin para pintereset, www.danae-explore.com, como viajar só com mala de mão




Pin para Pinterest - www.danae-explore.com COmo viajar só com mala de mão


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page