top of page
  • Foto do escritorDanae Bianco

O que fazer em Atenas em 2 ou 3 dias

Atualizado: 19 de mai.

Ouso dizer que Atenas é parada obrigatória em qualquer roteiro pela Grécia.


Mesmo que você esteja indo ao país para aproveitar as ilhas e praias, vale muito a pena passar alguns dias na capital grega.


Recomendo ficar ao menos 2 dias inteiros em Atenas. Se tiver tempo, 3 dias (ou mais!) seria o ideal para curtir a cidade no ritmo que ela merece, mas mesmo em um único dia é possível aproveitar muito do que Atenas tem a oferecer - história, cultura, culinária!


Mulher em frente ao templo Erecteion (Erechtheum), Acropolés, Atenas.

 

Outros posts sobre a Grécia

 

Ficamos 2 dias e meio em Atenas durante nosso road-trip pela Grécia continental, confira o post com tudo do nosso roteiro de 15 dias pelo Peloponeso. Fomos à Grécia em voo da ITA (antiga Alitalia), em voo de Guarulhos para Roma. Aproveitamos o stopover em Roma, ficamos 4 dias lá e depois seguimos à Atenas.


Chegamos em Atenas a tarde, então o primeiro dia em foi fazer o check-in no Airbnb e dar uma voltinha na região de Plaka para ir entrando no clima europeu.


Os outros dois dias foram dedicados a conhecer a cidade - já passo o roteiro, mas primeiro, bora achar um lugar para se hospedar!


Onde ficar em Atenas


Em Atenas não faltam boas opções de hospedagem, para todos os estilos e bolsos.


Ficamos em Plaka, um dos bairros mais charmosos da cidade e com localização perfeita, bem no centro e com acesso fácil, a pé ou de trasporte público/taxi, a todas as principais atrações.


É um bairro antigo, com ruelas estreitas com calçamento de pedra e repleta de lojinhas, cafés e restaurantes. Uma delícia para passear e ótimo para todas as comodidades necessárias em uma viagem. Perfeita se você for ficar pouco tempo na cidade.


Havíamos escolhido o Plaka Hotel, com ótimos preços, uma vista incrível do bar no rooftop e quartos família (além dos tradicionais duplos e triplos), mas por recomendação de um amigo, ficamos em uma casa alugada via Airbnb (que, infelizmente, hoje não está mais na plataforma).


Outra opção sensacional para se hospedar em Atenas é o The Pinnacle Athens, que também conta com quartos família.


Os bairros de Anafiotika e Monastiraki também são ótimas regiões para se hospedar em Atenas.


Confira a disponibilidade e tarifas aqui:



O que fazer em Atenas

Em 2 dias em Atenas, o roteiro que sugiro é:


Dia 1:

  • Museu da Acrópoles pela manhã

  • Almoçar em Plaka

  • Visitar a Acrópoles a tarde

  • Dar uma passada rápida no Templo de Zeus Olímpico, Porta de Adriano e Estádio Panatenaico.

  • Fim de tarde e jantar em Plaka e/ou arredores


Dia 2:

  • Museu Arqueológico (e parque do Campo de Marte) pela manhã

  • Praça Syntagma (onde ocorre a troca da guarda do parlamento) e parque dos Jardins Nacionais a tarde

  • Passear pela região de Plaka, Anafiotika e Monastiraki

  • Se tiver tempo e energia, ir à região da "Riviera Ateniense" para o fim da tarde

Com um terceiro dia, dá para fazer essas atividades com mais calma e incluir a Ágora Antiga e a subida ao mirante da Lycabettus (ponto mais alto da cidade), a pé ou de funicular - dizem que o por-do-sol lá é lindo!


Criança sentada em frente ao Partenon, Atenas, Grécia

Acrópoles & Parthenon


Ir à Atenas e não ir à Acrópoles é tão grave quanto (ou mais) que ir a Roma e não ver o Coliseu.


Acrópoles, que significa "cidade alta", é um conjunto de diversos templos, monumentos e edifícios construídos ao redor de 450 a.C., época em que a cidade era governada por Péricles. Dentre os mais conhecidos estão o Partenon, o Erecteion, o Templo de Atena Niké e o Propileu.

O Partenon, um dos maiores exemplos da arquitetura grega, é dedicado à deusa Atena. Construído entre 447 e 432 a.C., sempre foi considerado um símbolo da democracia, que tem suas origens justamente naquela época (ainda que com características bastante diferentes do que hoje costumamos entender pelo conceito).

Com aproximadamente 70 metros de comprimento e 30 de largura, o Partenon estava rodeado por colunas em todo seu perímetro, 8 nas fachadas principais e 17 nas laterais. Construído com mármore branco do Monte Pentélico, foi concebido para abrigar a imagem de ouro e marfim de Atena Parthenos, uma colossal estátua de doze metros de altura elaborada por Fidias.


Ao longo dos séculos, o Partenon sofreu diferentes transformações que foram deteriorando o edifício: abrigou uma igreja bizantina no século XIII e no século XV foi transformado em uma mesquita; pouco mais de cem anos depois, em 1687, quando era utilizado como paiol pelos turcos, houve uma detonação de explosivos, que comprometeu o edifício; entre 1801 e 1803 teve diversos elementos decorativos levados pelos ingleses e, no final daquele século, em 1894, foi afetado por um dos mais importantes terremotos da história da Grécia.


Enfim, hoje em dia os guindastes e andaimes fazem parte da paisagem fotográfica do Partenon, mas mesmo assim a beleza e grandiosidade do local é inabalável.




O Propileu é a entrada da Acrópoles e o Erection é famoso pela galeria em que seis colunas em forma de mulheres, as Cariátides, sustentam o teto - aquelas colunas são réplicas, as originais estão no Museu da Acrópole (e só por isso já vale a visita ao museu!)


O Templo de Atena Nike foi construído para celebrar a vitória dos gregos sobre os persas na Batalha de Salmina, e abrigava uma imagem da Atena Nike, símbolo da vitória.


Recomendo fortemente comprar o ingresso com antecedência pela internet, principalmente se você for (como nós) na alta temporada.



Museu da Acrópoles

Museu ultramoderno, todo em vidro e metal, que abriga objetos e estruturas encontrados na Acrópoles. Com excelentes explicações em inglês e bem organizado, é imprescindível em sua visita à Atenas


Fomos nele depois de visitar a Acrópoles, mas hoje, pensando melhor, acho que é mais interessante ir primeiro ao museu, para aprender sobre a história, os mitos e o significado das diversas estruturas e depois ir às ruínas.


E quem sabe assim, de bônus, você enfrenta uma multidão menor na Acrópoles, já que, por ser a maior atração turística da Grécia, a ansiedade é grande e todo mundo tende a visitá-la na primeira oportunidade possível.


O ingresso do museu você garante com antecedência pela internet, ou pode comprar na hora - costuma ter filas, porém não tão grandes quanto as da Acrópoles.



Templo de Zeus Olímpico e Porta de Adriano


O Templo de Zeus Olímpico, situado bem próximo à Acrópoles, tem origem no século VI a.C., porém só foi concluído em 132 d.C. Tinha 96 metros de comprimento e 40 metros de largura, porém atualmente restam apenas 15 das originais 104 colunas.


Bem próximo ao templo está a Porta de Adriano, um impressionante arco de mármore de 18 metros de altura que separava a cidade antiga (cidade de Teseu) da cidade moderna (cidade de Adriano). Foi construída em 131 d.C. homenagem ao imperador romano.


Na mesma região ainda vale visitar o Estádio Panatenaico, palco dos primeiros jogos olímpicos modernos, em 1896, e construído no mesmo local em que, no séc. III a.C. eram realizadas as competições esportivas chamadas Panateneas.



Plaka e arredores

Situado praticamente nos pés da Acrópole, o bairro de Plaka é uma delícia para passear, curtir os bares e restaurantes, ver as lojinhas (tem muito cacareco e souvenir barato, mas vale a pena garimpar). Ali perto estão também os bairros de Anafiotika e Monastiraki, também bastante agradáveis para passear, de dia ou a noite.


Acrópoles, vista de Plaka. Atenas

Museu Arqueológico de Atenas

O Museu Arqueológico de Atenas, fundado no final do século XIX é, além do maior museu arqueológico da Grécia, um dos museus mais importantes do mundo em sua temática, a Antiga Grécia.

Passamos uma tarde por lá e as crianças que se encantaram, pasmem, com a ala egípcia do Museu - esta mãe que aqui escreve, que ama história e mitologia grega, ficou bem desapontada, mas dali a pouco me caiu a ficha: viajamos para despertar o interesse pela história, pela cultura, pelo belo e pelas diferenças, quer forma mais legal que iniciar essas descobertas se não pelas múmias egípcias?

Esses são só algumas das principais atrações de Atenas, há muito mais que ver e fazer na cidade. Aqui você encontra diversas outras sugestões de passeios e atividades.


Riviera Ateniense


A região a beira-mar mais famosa de Atenas, conhecida como Riviera Ateniense, engloba os bairros de Glifada e Vouliagmeni. Não tivemos tempo de ir, mas parece ser lindo.




Roteiro completo da viagem


Aqui está o mapa do Google MyMaps, com nosso roteiro detalhado de 15 dias pelo Peloponeso (Grécia continental), é só clicar e salvar na sua conta do Google. Quando você for por planejar sua próxima viagem à Grécia, já sabe por onde começar ;-)


Nesse post explico como usar o Google MyMaps para planejar uma viagem, é um recurso muito bom, vale a pena conhecer!



Outros posts sobre viagens na Europa

 

Curtiu essas dicas? Então segue a gente:

Instagram @danae_explore 

Pinterest @danaeexplore 


Comentários ou dúvidas? Deixe seu comentário e nos siga nas redes sociais


E agora, depois desse monte de dicas show, salve esses pins na sua conta do Pinterest, para você achar esse post sobre o que fazer em Atenas em 2 ou 3 dias sempre que precisar!


Atenas, o que fazer em 2 ou 3 dias - Pin para pinterest. www.danae-explore.com


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page